Governo do Rio de Janeiro Rio Poupa Tempo na Web Informação Pública
Acessibilidade na Web  Aumentar letra    Diminuir letra    Letra normal
PROGRAMA ESTADUAL DE TANSPLANTES
Início » Fique por dentro » Notícias » Carnaval: não abuse do álcool

Notícias

RSS

06/02/2018

Carnaval: não abuse do álcool



É muito comum, durante o carnaval, o consumo de álcool, mas não deixe que a emoção e a empolgação desse momento o façam acreditar que, beber sem parar, é sinônimo apenas de diversão. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estabelece que para não haver problemas com o álcool, os homens não devem ultrapassar o consumo de duas doses diárias e as mulheres uma dose diária.

Beber socialmente é um conceito difícil de definir, visto que as pessoas enxergam a moderação como uma forma de uso de álcool que não provoca consequências adversas ao consumidor. Porém, para se ter uma ideia, três latas de cerveja podem causar, além de euforia, a redução da atenção, do julgamento e do controle.

Ingerir bebida alcóolica excessivamente pode causar várias doenças, entre elas: pressão alta, derrames, doenças cardiovasculares, inflamação do pâncreas e cirrose hepática. Esta última é uma doença crônica caracterizada pela substituição do tecido hepático normal pela fibrose difusa, a qual rompe a estrutura e a função do fígado. A cirrose hepática, junto da hepatite C, representa cerca de 50% das causas que levam pacientes adultos ao transplante de fígado.


É importante lembrar que o uso do álcool não é recomendado nem mesmo em pequenas doses para mulheres grávidas ou tentando engravidar, para pessoas em uso de medicações, menores de 18 anos, pessoas com condições clínicas que podem ser pioradas com o uso do álcool como a hipertensão e o diabetes e, claro, para aquelas que pretendem dirigir. Se beber, não dirija jamais.

Tenha o carnaval mais feliz que você puder. Compartilhe cada emoção, cada bloco, cada samba. E, depois de muitos e muitos carnavais, continue compartilhando. Seja um doador de órgãos e tecidos. Mas, para isso, converse com seus familiares sobre o assunto. Apenas eles poderão autorizar o procedimento.

Cadastre-se no www.doemaisvida.com.br e ajude a propagar esta ideia.

Ligue 155 - disque transplante

Secretaria de saúde
Links interessantes:
Rio com saúde Rio sem fumo Rio imagem 10 minutos salvam vidas Xô, Zika !!